FIM!!!...OBRIGADA POR TODO O CARINHO DEMONSTRADO AO LONGO DESTES ANOS...,Beijinhos"
Que Bem Cheira A Maresia

6.1.05

Amiga...

imagem retirada daqui

Amiga,
vou contar-te a história de alguém que
nunca quis ser aquilo que era e por isso
nunca foi ninguém.
É uma história
de alguem que não fez história
alguém
que era
vulgar, mesquinha, fraca, só, triste, igual a todos
mas quis ser
alguém
alegre, risonha, forte, bonita, enérgica.
Amava um bom copo
e o cantar dos passarinhos
gostava de Bauhaus
e ouvir o correr da água.
E
como era uma questão de opção
escolheu o melhor da vida.
Assim, sempre rodeada de gente,
Porque era alguém muito social,
Estava sempre só.
Mas, amiga,
ela era alguém especial,
isso te garanto eu.
Porque eu,
só, triste, igual a todos,
estive sempre com ela.
Contava-lhe histórias de embalar
nas suas noites de solidão
e ela dormia
embalada nos meus braços, ao som da minha voz
no aconchego da sua cama.
Eu dormia ao lado dela,
Sem rancor, com amor.
Pois é, amiga,
ela é alguém mesmo especial,
porque, calcula tu,
ainda hoje estou ao lado dela
e, se já não lhe conto histórias
nem velo pelo seu sono,
ainda me sento à janela
e falo com ela, ela fala comigo
e agora
que ela é ela, com Bauhaus e com flores,
com tristezas e dores
damo-nos muito melhor
e ambas fazemos a história
desse alguém
que
sem ser excepcional, original ou
mesmo semi-deusa
é a melhor amiga do mundo.

Enganei-me no outro dia quando disse que tinha escrito o poema mais longo da minha vida. Este demorou doze longos anos a fazer.

Mar Azul

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 6.1.05 :: 0 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------