FIM!!!...OBRIGADA POR TODO O CARINHO DEMONSTRADO AO LONGO DESTES ANOS...,Beijinhos"
Que Bem Cheira A Maresia

31.1.06

Vagas de Ternura




Torno a nascer
depois de ter nascido,
sem ter de morrer
embebendo-me na tua pele
entranhando-me nos teus sentidos.

Teus seixos rolam pelo meu corpo,
carícias de desejo e dor, gestos de amor, abraços benvindos,
pedaços de côr.
sou a mulher fecundada
por vagas de ternura
de um rio,
caudal obliquo e incerto,
revoltoso e voraz,
fera amansada
ao encontro do mar.

Meus olhos desabam, tuas mãos tremem,
a água cai, fluído irisado
na minha cara
do teu rio
no meu peito
do teu coração;
amar sem ter amor,
sem nada para nos darmos
na noite negra sem côr,
no vazio do silêncio,
estamos sós.

Caem pétalas de flores
no campo de batalha, no leito,
a alegria, o amor, a raiva, a dor,
noite fria sem estrelas
salpicos do rio no lençol.

Lina (Mar Azul)
Música: Air - Playground Love

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 31.1.06 :: 7 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

29.1.06

Momento...


Porque sonhar é também acontecer
Porque o sonho é o momento que temos

E...

O momento é o tempo
Que nos olhamos sem nos vermos

O momento é o tempo
Que desbravamos caminhos entrelaçados

O momento é o tempo
Que sorvemos odores conjugados

O momento é o tempo
Que ditamos palavras sussurradas

O momento é o tempo
Que no tempo do tempo
Juntamos tempo
Ao tempo...
Lina (Mar Revolto)
Música: Ana Belém- No Sé Por Que Te Quiero

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 29.1.06 :: 22 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

27.1.06

Bom Fim De Semana!


Esta manhã encontrei o teu nome nos meus sonhos
e o teu perfume a transpirar na minha pele. E o corpo
doeu-me onde antes os teus dedos foram aves
de verão e a tua boca deixou um rasto de canções.

No abrigo da noite, soubeste ser o vento na minha
camisola; e eu despi-a para ti, a dar-te um coração
que era o resto da vida - como um peixe respira
na rede mais exausta. Nem mesmo à despedida

foram os gestos contundentes; tudo o que vem de ti
é um poema. Contudo, ao acordar, a solidão sulcara
um vale nos cobertores e o meu corpo era de novo
um trilho abandonado na paisagem. Sentei-me na cama

e repeti devagar o teu nome, o nome dos meus sonhos,
mas as sílabas caiam no fim das palavras, a dor esgota
as forças, são frios os batentes nas portas da manhã.

Maria do Rosário Pedreira
Divirtam-se bastante, descansem e façam o favor de serem felizes! Nós vamos tentar seguir o lema :)
Um beijo de Nós!

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 27.1.06 :: 16 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

25.1.06

Espreita Dela


Espreita dela,
da janela,
nas janelas
que a vida tem.
Viela
de ruelas,
escondidas entre elas,
confusamente
entrelaçadas.
De mãos dadas,
separadas
pelo todo
e por
pequenos nadas...

Coisas de gente, diria ela...
Gente com coisas, digo eu...
Lina (Mar Azul)
Música:Moby - One of this mornings

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 25.1.06 :: 15 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

22.1.06

Sabes...


Hoje apenas queria deixar a melodia tocar
Ela fala tanto por mim
Que palavras se escusam
Mas embalei na letra
E embalo o sonho
E fito as mãos cansadas de esperas
E sinto que o brilho dos meus olhos
Continua a iluminar-se
A cada palavra soletrada do teu nome
E o coração galopa galopa
E ameaça saltar-me do peito
E a efervescência que sinto
É o sangue que corre nas minhas veias
Ansiosas por se cruzarem com as tuas
E volto a embalar na melodia
E imagino a orquestra
Que toca só para nós
E páro por uns segundos
E com um sorriso rasgado, penso
E tão simples é o amor!
Queria pedir desculpas pelas ausências aos vossos espaços, mas acabo de ser Tia pela primeira vez e tenho andado a curtir o Sobrinho/Afilhado. Logo logo, tudo volta à normalidade :)
Um beijo a todos os que por aqui vão passando
Lina (Mar Revolto)
Música: Noi Ci Ammiamo

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 22.1.06 :: 27 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

20.1.06

Bom Fim De Semana!


Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube
que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo.

Pablo Neruda

Um beijo para todos e um bom fim de semana, são os desejos das Linas :)

Música: Dulce Pontes-No Teu Poema

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 20.1.06 :: 8 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

19.1.06

Imagem


Foi numa dessas tardes
em que resolvi descer a serra,
rumo ao mar, com destino incerto,
numa dessas tardes em que
a monotonia e solidão da alma se impôs,
mais forte que a razão,
e me impeliu a mover os ossos gastos
e o espírito devassado pelo incerto,
que a tua voz se fez ouvir
em forma de acalento,
ombro de amigo no meu ouvido,
ressoando no meu cérebro
frescuras longínquas, vida de outras vidas,
apagando o nada ser da minha existência.

Onde?....
Revivi para essa voz as imagens circundantes,
senti de novo dentro do peito,
o renovar do mundo em redor,
como se da primeira vez se tratasse.
Quase sentia o corpo saltitar,
quase que flutuava por vale e serra,
encosta do castelo, por cima da cascata
como se caminhasse em cima de uma nuvem branca,
feita da voz e ressonância,
feita de sons desconhecidos e palpitantes,
de uma macieza irreal.

Quando foi?...
A vida é feita de imagens, como se
de um álbum de fotografias se tratasse,
quase se desfolham mentalmente
as páginas numa ordem cronológica e,
agrafado junto, a história do momento.
Não pude resistir. Ao ver aquele mar,
água imensa, meu mar de calmaria e êxtase,
elo rumando ao teu encontro,
só me lembrava daquela voz e
de como ela precisava de saber
de que cor eram feitos os pensamentos,
quais os cheiros da minha costa,
as palavras murmuradas
pelo roçagar das ondas no areal,
e onde levam as pegadas das gaivotas.


Lina (Mar Azul)
Música:Ney Matogrosso-Poema

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 19.1.06 :: 14 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

15.1.06

Sussurro


Muito, muito calmamente
A lua desceu até mim...
Sussurrando-me ao ouvido
Que tu chegarias assim -
Na boca um sorriso terno
Nos olhos um brilho sereno
E nas mãos um ramo de jasmim.


Lina (Mar Revolto)
Música:Prince-Purple Rain

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 15.1.06 :: 27 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

13.1.06

Bom Fim De Semana!


Papoilas

Estou opiada de ti
e percorres-me os nervos todos
com papoilas borboletas vermelhas

o meu corpo entrança-se de sonhos
e sente-se caminhando por dentro

aspiro-te
como se me faltasse o ar
e os perfumes dançam-me

qualquer coisa como uma droga bem forte
corpo e alma
rezam pequenas orações
gestos ritmados ao abraçar-te como que abraça
sonhos

coisa estranha

opiada me preciso ou apenas vestida de papoilas e
muito sol com luas por dentro

para poder mastigar estes sonhos
reais como mandrágoras

Ana Mafalda Leite
Um beijo de NÓS!!!
Música:Sara Tavares-Voa Borboleta

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 13.1.06 :: 12 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

10.1.06

Asas


Sabes quando tudo à tua volta
se conjuga para que a harmonia
seja um todo e
em que tudo está bem quando acaba bem?
Em que todas as forças se reúnem
em miríades de cores,
formam um uno e harmonizam entre si
como se mais não fizessem
do que criar a beleza irreal das coisas...

O mundo existe, diverso e infinito,
mas, por vezes, como numa dança ritmada,
toda a beleza rodopia ao sabor do vento,
levando na mesma direcção toda essa natureza:
as flores, as árvores, as nuvens, os sentimentos e a poeira,
tudo volteia na mesma direcção, num todo,
como se mais não fizessem
que deixar-se levar inanimados em êxtase.

E os olhos choram tanta beleza, tanta harmonia.
Como se fosse impossível
o peito conter a alegria do momento.
E eu consigo ser terrivelmente feliz
nesse momento.
Como se nada mais lá fora importasse
e o mundo fosse meu.
Como se a vida fosse ínfima e insignificante
e só o momento contasse,
como se só esta alegria imensa
fosse o centro do meu universo
e todas as coisas mesquinhas e miseráveis
se tivessem apagado.

Como é belo o mundo
e como tão pouco nos faz felizes!
Como a vida transborda e decorre
lá fora
para lá das nossas dúvidas e incertezas,
para lá do dia-a-dia!....
Como é bom viver!


Lina
Música:Darude-Sandstrom

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 10.1.06 :: 13 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

8.1.06

Rodopiando...


Chegas
Páras
E...,
Olhas-me.
Levanto-me
Olho-te
E...,
Sorrio-te.
Estendes-me
A mão,
Ofereço-te
A minha...
Compassados
Seguimos
A melodia,
E o mundo
É nosso...

Lina (Mar Revolto)
Música: Rodrigo Leão/Rui Reininho-Pasion

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 8.1.06 :: 21 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

6.1.06

Malistar


Quase 10 da manhã
sinto o corpo em câmara lenta
queda livre rumo ao espaço
e
a cabeça já cheia
de pedaços, fragmentos,
estilhaços de pensamentos.
Há uma salivagem constante,
ruminância furiosa
que embrutece e devora
me coloca mal
no "cenário habitual".

Os candeeiros da rua
de há muito apagados, silenciosos,
ainda ecoam
na minha cabeça já cheia.

É noite
dentro de mim
às 10 horas da manhã.


Lina (Mar Azul)
Música: Nancy Sinatra- This boots are made for walking

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 6.1.06 :: 15 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

4.1.06

Flash


O pensamento voa...
Na mente
Os contornos de ti
No olhar
O teu olhar fixo em mim
Na boca
O sabor a sal
Do beijo que não chegamos a dar
Nas mãos
O tacto que não chegou a ser teu
No regaço
O cansaço feito de esperas...

O pensamento voa
E Eu...
Sempre me encontro em ti
Sempre te sinto em mim!
Lina (Mar Revolto)
Música: Simone- Então Me Diz

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 4.1.06 :: 16 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------

3.1.06

Imaginação


Inventei-te dentro de mim
sabendo que o coração seria pequeno...
Dei-te corpo e consistência
por entre o fumo dos cigarros
e o cheiro a café das manhãs.

Nada de muito elaborado
ou irreal em perfeição,
sómente banal e concreto...
uma dicção cuidada,
um ligeiro sotaque,
uma leveza sintética e masculina
feita de suaves olhares de lado
e meios sorrisos.

Vi-te partir,
miragem esfumando-se,
antes do comboio ter entrado na estação.
Um lugar vazio e uma revista descuidadamente
abandonada,
foi tudo o que encontrei.
Oiço a tua voz.
Não sei de onde me vem,
se ressoa nos nomes das estações
que vou deixando para trás,
se da paisagem que se desenha
em correria pelas minhas janelas.

Voltarei a cruzar contigo
Um dia, uma noite, um instante...
O tempo suficiente para inventar
de novo o teu cheiro perto de mim,
o teu sabor a sal da terra,
O tempo suficiente para te dizer
Adeus...
outra vez.

Onde andas, imaginação?

Lina (Mar Azul)
Música- U2-Unchained Melody

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 3.1.06 :: 12 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------