FIM!!!...OBRIGADA POR TODO O CARINHO DEMONSTRADO AO LONGO DESTES ANOS...,Beijinhos"
Que Bem Cheira A Maresia

31.10.05

2ª Feira


Brinquei com o lápis,
lancei-o na terceira dimensão,
tracei rectas de primeira
e usei a régua como tábua de salvação
para uma entediada,
entre quatro paredes fechada
no meio de terriveis algozes.

Verguei costas ao trabalho,
virei a cara para os papéis
e quis encontrar neles
minha alma reflectida.
Sem solução vagueei
entre o sim e o não,
o passado e o futuro,
finito e infinito,
entre todas as contradições
de uma vida de cão
perseguido pelo gato.

Pensei que o mundo estava a acabar
para além das linhas,
para além das paredes
onde me encontro e vegeto,
onde fico muda e quieta,
pensando que estou repleta
e vazia,
que os pensamentos se esgotam
que o sono me acode,
e a patroa me sacode e
me diz que saia, não para ir à praia
mas para enfrentar o mar.

Que me meta na confusão,
que desça para o metro
(que mais parece um milímetro)
e eu sinto
um ímpeto de correr, de abalar,
saltar e desejar
que as águas, de repente, se abrissem,
me engolissem,
me levassem
até ao meio deste planeta sem miolo.

Gostava, de um pulo,
poder dar a volta a tudo,
mas sei que isto é limitado,
é um papel apenas riscado, incapaz de se mover;
mas eu o trouxe aqui
contente por ele falar e dizer o que eu não digo,
que os meus dedos batem e transportam para este mundo sem fim
onde me sinto grande e, ao mesmo tempo pequena,
onde me enfastio, padeço e canto,
onde me sento e escrevo
isto que estás a ler.


Lina (Mar Azul)

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 31.10.05 :: 0 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------