FIM!!!...OBRIGADA POR TODO O CARINHO DEMONSTRADO AO LONGO DESTES ANOS...,Beijinhos"
Que Bem Cheira A Maresia

27.12.05

A Sombra Do Vento


O gesto era banal, simbólico,
tantas vezes executado, ano após ano,
Natal após Natal... nada de novo.
Todos fruta da mesma árvore, farinha do mesmo saco,
amores adormecidos, sentimentos embutidos,
regras para se cumprirem.

O gesto seguinte também foi banal,
normal a sonolência após um repasto bem regado.
Dirigi-me sorrateiramente para um cantinho,
bem meu conhecido,
e, de repente, pé ante pé, de mansinho,
mãe zelosa e previdente,
pergunta-me se tenho tudo o que preciso.
Sim, tudo, respondo com um sorriso.
Então, surgido do nada,
por detrás das costas dela,
estende-me a mão e nela segura um livro.
Desembrulhado, singelo...
Capa a preto e branco, grosso,
sómente um livro...
"Já leste? É a minha prenda para ti"

Um gesto cúmplice, marginal
que transformou um dia especial banal
numa luz rara de bem querer,
que fez meu sono mergulhar
na infância dos cinco anos
em que o meu sorriso nascia
das prendas mais insignificantes,
aconchegadas no meu peito,
entre as minhas mãos, por baixo dos lençóis.
Tesouros mágicos
que fazem brilhar as estrelas no céu
e dentro do coração.

Para a Nuxa, minha cunhada dilecta e
sem a qual a minha vida seria menos completa.

2005.12.26

Lina (Mar Azul)
Música:la Stanza del Figlio-La Corsa, Nicola Piovani

Posted by Que Bem Cheira A Maresia :: 27.12.05 :: 12 Comments:

Comentar Aqui/

Ou aqui

-------------------------------------